Diário de Viagem: Peru/Cusco

Mês passado estive no Peru de férias com amigos, uma viagem de 7 dias que não foi suficiente para conhecer nem a metade que o Peru tem para oferecer.

Embarcamos nessa viagem na sexta as 6 da manhã com conexão em Lima partindo para Cusco. De Guarulhos para Lima são exatamente 5 hs de viagem e mais 1 hs de Lima para Cusco.

Cusco fica acima de 3.500 metros acima do nível do mar, por isso o famoso mal estar quando o avião pousa na cidade. Localiza-se no sudeste do Peru, foi declarada patrimônio histórico da Unesco. A cidade guarda construções coloniais de estilo barroco andino erguidas sobre restos de edificações incas, como é o caso de quase todas as igrejas, observadas por milhares de visitantes de todos os cantos do planeta.

1° Dia: Chegamos em Cusco ás 14 hs e do aeroporto para o hostel, o  Milhouse Hostel, um dos melhores  de Cusco, e preço acessível. Como Cusco é uma cidade de maior altitude, existe o Soroche, o mal de altitude, atinge algumas pessoas. A melhor solução para não sofrer o soroche, é chegar e descansar no mínimo 2 horas antes de sair por ai para conhecer a cidade. Fizemos exatamente isso, e só depois saímos  para comer alguma coisa e dar uma volta pela cidade. Cusco é uma cidade extremamente linda, tem um charme e encanta por sua simplicidade.

2°Dia: Dia de trocar dinheiro,  a moeda do Peru chama-se Nuevo Sol (popularmente chamada de soles), equivale a mais ou menos 1,10 na nossa moeda. Depois fomos bater perna pela cidade, passamos por feirinhas de artesanato e começa a saga das comprinhas de viagem e conhecemos a famosa Plaza de Armas. A noite, fomos em uma festa no Limbo bar, o bar que tem uma vista sensacional para a Plaza de Armas.

3° Dia: Dia de ressaca, de perder a hora do café da manhã e pular direto para o almoço. (risos) Almoçamos em um restaurante muito bacana, experimentei o Ceviche e truta a la plancha, o restaurante fica perto da Plaza de Armas. (Clique aqui para ver o post completo sobre os restaurantes) Depois conheci o Mercado San Pedro, tem muito artesanato, preço bom, mas devido aos alimentos e bichos que eles vendem la, o famoso Cuy, porquinho da Índia, e muitas galinhas, o cheiro não é nada agradável, mas é um local que vale a pena conhecer. A rua do mercado é uma muvuca, tem que tomar muito cuidado ali com mochilas e bolsas.

4°Dia: O dia mais esperado da viagem, a nossa ida a Machu Picchu, (clique aqui e veja o post completo sobre Machu Picchu), fizemos esse passeio em um dia.

5°Dia: Mais um dia de perder o café da manhã e ir direto para o almoço, com tando cansaço acumulado do passeio do dia anterior, nada mais justo do que dormir até a hora do corpo despertar. Depois do almoço, fomos dar mais umas voltas pela cidade, e fazer mais compras, porque não tem coisa melhor do que comprar não é mesmo? Ainda mais em um lugar que o artesanato é rico e muito barato. A noite foi de balada, conhecemos a tão famosa Mama África, a balada mais famosa da cidade, fica localizada na Plaza de Armas. Assim que chegamos próximo ao local, já fomos abordados por promoters com Vips e Welcome Drinks, que maravilha! A balada é muito legal, gente de toda a parte do mundo, são dois ambientes, um com ambiente mais tranquilo, mesas, vista para a plaza de Armas e atendimento com garçonete e garçons. Na parte de cima fica o “fervo”, com cerveja de garrafa e muita gente animada, até demais (risos). As musicas que tocam lá nessa terça-feira que fomos, são praticamente música eletrônica que toca na 97 fm, musica bem comercial.

6°Dia: Ultimo dia em Cusco, dia de fazer tudo o que não deu tempo de fazer nos outros dias. Compras, almoço e depois um City Tour pela cidade naqueles ônibus aberto, vale muito apena, custa em torno de $20,00 soles por pessoa e dura em torno de 1h 30. Esses ônibus ficam parados ali na Plaza de Armas, pode-se fazer a contratação de serviço por la mesmo. Hora de arrumar as malas e no dia seguinte partir para Lima, para aproveitar o ultimo dia em terras Peruanas. Partindo para Lima no 7° dia da trip. (Clique aqui e veja o Post completo sobre o dia em Lima)

Ps> Pessoal, algumas fotos não estão em boa qualidade, pois algumas foram tiradas de celular, mas espero que gostem.

01-cusco

05-cusco

06-cusco

17-cusco

22

26

29-cusco

21-cusco

27

26-cusco

24-cusco

22-cusco

65-cusco

31

133-cusco

136-cusco

43-cusco

42-cusco

131-cusco

149-cusco

27-cusco

IMG_3055

34-cusco

150-cusco

164-cusco

147-cusco

152-cusco

155

28

167-cusco

12

03

Dicas:

 > Troque dinheiro na Plaza de Armas, na Av. El sol, lá tem várias casas de Câmbio, as taxas são quase as mesmas.

> Leve dólar para trocar por soles, o real está quase o mesmo valor do soles, e com o dólar o câmbio compensa bastante.

> Descanse um pouco antes de sair por ai conhecendo a cidade, vai por mim, é muito importante para acostumar com a altitude. > No Peru são 2 hs á menos com o horário de Brasília.

> Não tome o chá de Quinoa que vendem em frente o Mercado de San Pedro.

> Sempre que for pegar um táxi, negocie o preço antes, os valores já são baixo em vista dos valores do Brasil, porém se souber pechinchar pode ficar ainda  mais baixo.

> Se não tiver interessado em comprar algo dos vendedores de artesanato, seja firme e diga não. Porque eles não vão te deixar em paz, e vão te seguir até seu caminho final!

Facebook Twitter   

Compartilhar

Comente!