Quanto custa viajar de carro para Foz do Iguaçú e Puerto Iguazú? Saindo de São Paulo

No fim do ano eu fui viajar de carro para Foz do Iguaçú, Puerto Iguazú (Argentina) e claro que não poderia deixar de dar aquela passada básica no Paraguay né?

E uma coisa que eu não indico ninguém fazer, é reservar tudo em cima da hora, porque como é um destino muito procurado no fim do ano, além dos hotéis ficarem super caros, eles também ficam lotados, e é bem fácil você ficar sem quarto no hotel que você gostaria.

No nosso caso, a gente decidiu ir bem em cima da hora, faltando uns 10 dias para o ano novo, decidimos tudo. Loucura né? Hahahaha!

E fomos pesquisar preços de pedágios, quantos km íamos rodar para saber o valor de combustível, enfim, tudo para planejar bem os nossos gastos.

São 13 h de carro saindo de São Paulo e decidimos fazer uma parada na cidade de Londrina que é o meio do caminho até Foz, mas se você está acostumado a dirigir por muitas horas, dá para ir direto.

E na volta paramos em Maringá para dormir e seguir para São Paulo no dia seguinte. No calor a gente cansa mais para viajar, principalmente de carro, então é bom se planejar bem ainda mais se você vai viajar com crianças e animais.

Quando você chega no Paraná, você percebe que as estradas são mil vezes melhores que as de São Paulo, não tem buracos e dá até gosto de pagar os pedágios.

Então como a gente parou nas duas cidades no meio do caminho, tivemos outros gastos que se você for direto não vai ter, que foram as diárias + alimentação.

Os valores dos hotéis de Londrina e Maringá não mudam muito por conta do fim do ano, pois não é um destino muito procurado assim como Foz.

E para vocês terem uma ideia, assim que chegamos em Foz, fomos até o hotel que havíamos reservado e chegando lá não tinha nenhuma reserva, e fizemos tudo pela decolar. Enfim, depois de uma ligação e uma espera de quase 1 h no telefone, conseguimos resolver e tivemos que pegar outro hotel em cima da hora, e no caso, só tinha hoteis ruins, ou hotéis caríssimos, de mais de mil reais a diária.

E essa reserva seria somente para um dia, porque tínhamos reserva em outro hotel para os outros dias, que reservamos 10 dias antes e no dia anterior a viagem decidimos ir antes e pegar mais uma diária, mas como não tinha mais nesse hotel, reservamos no outro que não tinha nenhuma reserva.

Imagina só que chateação é você chegar super cansado e ver que não tem reserva nenhuma e ter que correr para achar outro hotel e se contentar com qualquer porcaria porque você não pode ficar na rua. Já começamos a viagem daquele jeito!

Então conseguimos reserva em outro hotel por 350 reais, um hotel bem simples, e até que o café da manhã foi bom, mas para vocês terem uma ideia, eu pesquisei hotéis na decolar para depois do ano novo, e vi que esse hotel estava por 75 reais a diária, imagina só a minha frustração de ter que pagar 350 conto num hotel que não vale isso, é um absurdo os valores que eles colocam na época de fim de ano, mas como eu não sabia que Foz era assim tão procurada para as festas de fim de ano, decidimos ir.

Mas você ai que está pensando em fazer essa mesma loucura que eu fiz, planeje com um tempo antes para não gastar uma fortuna.

Dia seguinte fomos para o Resort Carimã, que fica em uma ótima localização, bem na av das Cataratas. E eu já conheci tantos hotéis nessa vida e uma coisa que a gente não pode ficar preso é nas fotos, foto de hotel é sempre mais do que aparenta, e quando você chega tem aquela surpresa, hahaha.

Esse hotel tem tudo que você precisa, uma piscina enorme, restaurante, café da manhã ótimo, estacionamento, mas ele é super velho então eu não indico e não vou ficar falando dele aqui para vocês. E pagamos 350 para cada diária, ficamos 2 diárias e depois partimos para Puerto Iguazú, onde escolhemos passar o ano novo.

Em Puerto Iguazú escolhemos ficar em um flat, que foi a melhor escolha pois tinha cozinha e conseguimos fazer algumas coisas para comer, já que fomos dia 30 a noite e dia 31 quase nenhum lugar abre e não conseguimos fazer nenhuma reserva em algum restaurante, tivemos que fazer a nossa própria ceia, e imagina só o sufoco para achar algum mercado aberto dia 31.

E dia 1 tiramos o dia para conhecer as Cataratas, e pegamos uma chuvaaaaa, pensem na chuva gente, rs. Mas ainda bem que deu para curtir o passeio, e voltamos para o flat para nos arrumar e conhecer algumas coisas na cidade, porém choveu  dia inteiro e quase nenhum lugar abriu, a nossa sorte que achamos um restaurante bem legal para jantar.

Resumo da ópera, a melhor coisa é fazer o contrario do que fizemos, ir primeiro até Puerto Iguazú, e passar o ano novo em Foz, porque lá tem mais opções de restaurantes que fazem ceia, e com certeza deve ter alguma balada legal depois. E fora que no Brasil deve ter muitos lugares abertos no dia 31 e também dia 1 de janeiro.

E agora vamos aos gastos:

Hotéis no meio do caminho (Londrina e Maringá) – 330,00

Gasolina ida e volta + rodar nas cidades –  800,00

Pedágio de São Paulo até Foz – 181,40

Pedágio de Foz até São Paulo – 163,00

5 diárias em Foz – 1.400,00

3 diárias na Argentina – 600,00

Ou seja, pedágio e gasolina você vai gastar em média 1200,00 e se você for com mais pessoas no carro dá para dividir esse valor e a viagem de carro não fica cara. Mas uma coisa eu digo, é muito legal viajar de carro e ter a oportunidade de parar onde você quiser e aproveitar ao máximo para conhecer lugares novos, fora a paisagem que é linda demais da estrada.

Esses são os gastos que tivemos com o grosso da viagem, que é hospedagem, pedágio e gasolina, mas você pode diminuir em 50% os valores das diárias dos hoteis caso vá em baixa temporada ou reserve bem antes, e também se você for ficar menos tempo.

Como também  esses valores  podem aumentar, caso escolha hotéis mais caros. Então essa é uma base para você que está planejando ir de carro, mas os valores variam de acordo com o seu estilo de vida.

Com alimentação é a mesma coisa, tudo depende do seu estilo, mas nós gastamos em média 1.500 reais com alimentação. Antes de planejar seus gastos você também precisa levar em conta quais são os passeios que vai querer fazer, se vai querer fazer compras no Paraguai, qual será o meio de locomoção até o Paraguai, etc.

Espero que esse post tenha ajudado de alguma forma, e qualquer dúvida é só me mandar mensagem 😉

Facebook Twitter   

Compartilhar

Comente!